terça-feira, 16 de novembro de 2010

Filha


Foste uma sementinha de vida,

unida a outra, e com vontade

germinaste destemida

e és hoje uma verdade!


Sonhei ter-te, sonhei-te,

corri atrás de ti, fui adiante

e com todo o vigor amei-te

desde o teu primeiro instante.


Vi-te crescer e senti

a vida a brotar dentro do meu ser

e hoje corres, pulas e sorris

enquanto eu te vejo crescer!

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Saudades



Tinha sede do teu olhar
e morri sem te ver.
Tinha saudades de te abraçar
e morri sem o fazer.

Morta, sentei  - me a olhar teu retrato... horas a fio,
a reviver tuas palavras encantadas,
viajei até à tua mão na minha... que arrepio,
que triste viverem elas separadas...

Esperei te... ansiosa... adormeci!
...
Passou mais um dia ... outro... outro ainda;
enquanto eu continuo à espera de ti
acompanha me esta saudade que não finda.