sexta-feira, 27 de abril de 2012

A força da verdade


Maior que qualquer abismo
é a força do querer
que é ainda maior do que qualquer luta,
maldade ou doer…

Maior que qualquer solidão
é a força de um abraço
que conforta na desilusão,
na tristeza e no cansaço!

Maior que qualquer opressão
é a força da verdade
que liberta o teu coração
para o amor e para a liberdade.


sexta-feira, 20 de abril de 2012

A toda a hora

Ao abrir uma gaveta, há muito fechada,
uma velha folha cheia de garatujas encontrei
e nela uma mensagem vigorosamente gravada
que me agitou a memória e fez do silêncio rei…

Li devagar os traços amenos feitos outrora
que diziam que a vida não espera jamais,
que devemos dizer a bom som e a toda a hora
que sentimos amor, àqueles que amamos mais!

Logo me emocionei por alguns momentos
e na minha mente nasceu um poema que aqui proclamo
como forma real de mostrar meus sentimentos
àquelas pessoas importantes da minha vida que tanto amo!

sábado, 14 de abril de 2012

Gasta janela

Ai quando eu for já velha
cheia de rugas e marcas da idade,
hei- de ser como uma gasta janela
de olhos postos no que vivi com verdade.
...

Entre outros idosos quero estar
ouvindo histórias de um passado já gasto,
sentados ao sol nestas ilhas de mar
onde as memórias são pratos principais do repasto.

Quero viajar momento a momento
como se cada um fosse uma estação,
onde vivi ferozmente e com sentimento
cada grito de amor do meu coração.

Hei- de sorrir e soltar gargalhadas,
sem que os demais as possam entender,
fazendo jus às palavras ditadas
que dizem que recordar é viver.

E assim sem lamúrias ou arrependimentos
de não ter feito ou sentido,
viverei meus últimos momentos
feliz por ter amado e vivido!