quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Preciso



Preciso que me ames
como quem ama o sol
e me inundes de amor
como a chuva faz com a terra.
Preciso do teu abraço
como o barco do farol,
e me refresques suavemente
como a aragem refresca a serra.

Preciso que me ames
como quem ama a natureza,
bela e singular,
e me protejas de todo o mal.
Preciso das tuas ondas de amor,
como as rochas precisam do mar,
e temperes a minha vida
com equilíbrio de açúcar e sal.


Preciso que me ames
com milhões de carinhos e beijos
doces e ternos,
saciando-me o querer, a vontade.
Preciso que me ames
calmamente e de forma imaculada
porque minha riqueza é ser amada
com todo o respeito e verdade.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Estou aqui



 
Estou aqui

esquecida na minha lembrança

quase sem esperança

quase cedendo.

Estou aqui

relembrando quando vivia

e em mim morava a alegria

agora, vivo morrendo.

Estou aqui

longe

quase desabitada

e grito muito,

ninguém me escuta

pareço calada…

Estou aqui

entrando e saindo

pedindo guarida

uma luz

o luar

uma saída…

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Fotografias

 
Acompanham-me nas horas solitárias
e nos momentos que me vejo entristecer
através delas vivo histórias imaginárias
ou revivo, outras, que não quero jamais esquecer...


Fazem-me companhia,
enxugam-me as lágrimas que despertam
enquanto as olho,
não me mata tanto a agonia
nem sinto tanto a dor das saudades... que me apertam...

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Bem-querer



 
















  
  
Este bem-querer que te sinto
faz meu eu mais profundo estremecer
rejuvenesço
enlouqueço
num turbilhão de calma;
fazes-me sentir uma menina
uma lua que enche de brilho a minha alma.

Este bem-querer que te tenho
agiganta-me,
redobra-me o tamanho.
e encontro teu brilho,nestes teus olhos sorridentes,
e perco-me nos teus beijos quentes
que me libertam para um paraíso
que clamo,venero e preciso
calmamente…

Este bem-querer que sabes que sinto
faz-me amar-te instantaneamente(por instinto)
provoca em mim arrepios e serenidade.
Nos teus braços sou invadida por mansidão
e ouço apaixonadamente,cada sinal de vida do teu coração,
adormeces-me com caricias de verdade.

Este bem-querer
que clamo,venero
faz de mim uma menina,uma lua,
vem- me dizer
que te quero
que sou tua…