sábado, 28 de dezembro de 2013

Gerados



Vi no olhar de tanta gente ansiedade
vi a consequência do passar da idade
vi medo angustia, pavor,
vi lágrimas rolando pelo rosto caladas
vi mãos tremulas,faces geladas,
ouvi tantas declarações de amor…

Parimos,amamentámos,criámos
nossos filhos ,
que um dia gerados em nossos ventres,
crescem e tornam-se gente.
Tirámo-los do conformo do lar
ensinamo-los,o mundo,a conquistar,
lançamos ao vento a nossa semente.

São os nossos filhos que crescem
e nossas forças,que desvanecem
aumentam-nos as lágrimas e os ais.
Assim vemos o tempo que passa
enquanto a vida nos leva com graça
para o caminho de onde vieram nossos pais.

Ser mãe não é só parir,
ser mãe é persistir.
E quantas vezes,mãe,quantas vezes,
vou ao teu colo buscar a força de que preciso,
quantas vezes a busco,
e a encontro nas tuas lágrimas e no teu sorriso.

Agora sei o que sentias
porque choravas,enquanto me vias
percorrer meu destinado trilho.
É que a vida aos poucos faz-nos ver
que por mais que um filho possa crescer
há-de ser sempre pequeno,o nosso filho!

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Se assim não for...

Quem ama não ignora,por mais aborrecido que esteja.
Quem ama não agride verbal ou fisicamente.
Quem ama repreende se for necessário.
Quem ama educa e alerta para os perigos.
Quem ama não desiste de lutar e fazer ver qual o caminho mais correcto.
Se assim não for,é porque não deve ser amor!

Quem ama não deixa dúvidas no ar.
Quem ama fala, discute, esclarece.
Quem ama diz que ama e não "eu também". 

"Eu também" não quer dizer "amo-te". 
Quem ama não sente vergonha do que sente. 
Porque amar é o acto mais nobre, digno e saudável do ser humano.
Se assim não for,é porque não deve ser amor!

Quem ama chora, se a sua alma pedir lágrimas.
Quem ama sorri, se o seu íntimo necessitar.
Quem ama demonstra que se importa mesmo no cansaço.
Quem ama protege,em qualquer condição ou lugar.
Quem ama procura a sua paz e conforto num abraço...
Se assim não for,é porque não deve ser amor!

Quem ama,pede perdão, quando soube errar.
Quem ama,ama com virtudes e defeitos.
Quem ama e quer continuar a amar,
não deve esquecer jamais quem ama e os seus feitos...
Se assim não for,é porque não deve ser amor!