segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Ser



 
É urgente
ser decente!
É necessário
ser solidário!
É impreterível
ser sensível!
É essencial
ser especial!
É inevitável
ser amável!
É importante
ser confiante!
É forçoso
ser amoroso!
É fundamental
ser real!

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

De dentro para fora



 
Estou em urgência
estou em défice de paciência.
Só me apetece uma manta e um chá 

e a companhia do meu sofá.
Preciso da viagem de um livro apaixonante
do calor do chá numa caneca
do abraço macio do amante
tudo antes de uma soneca.
Estou tão cansada,
olho para tudo e já não vejo nada…
Só me apetece dizer que nada me apetece
apenas o chá,a manta,e o amante(que me aquece) …
Observo os segundos a passar. Não vejo a hora!
Quero me teletransportar.Ir–me embora.
E enquanto isso não acontece

a minha contratura grita e a minha coluna padece!
É do frio,do cansaço,da posição,
mas é mais ainda por falta de motivação…
Estou em urgência
estou em défice de paciência!
Não vejo a hora!
então escrevo-me de dentro para fora.

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Aguardo...


Aguardo ansiosamente a chegada da neve;
a chegada do frio,
o manto branco...
Espero a sua queda
como quem espera o nascimento de um sonho,
o voo de um anjo…
... quem se ama tanto...
Aguardo as ruas pintadas de branco
as árvores vestidas de gelo
anseio uma montanha de paz de espírito
(aguardo o frio)
e o esvoaçar desta paz no meu cabelo…


quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Em liberdade



Eu quero morar numa casa,no meio do mato

onde eu possa,por entre as criptomérias,ver a chuva chegar

e criar em liberdade um cão, uma galinha, um pato

e de uma horta possa meticulosamente,cuidar.

E ver crescer,saudáveis,meus filhos,que trato

com toda a delicadeza e força de amar!



Eu desejo ver a noite chegar serena

e repousar cobiçando um jardim

sentindo a paz da noite amena

deixando entrar,aromas de mato,em mim.